A ideia do jardim de inverno surgiu em países muito frios, onde as baixas temperaturas são um empecilho para o cultivo de determinadas plantas nas áreas externas. A solução encontrada, portanto, foi levar um pouco de terra e algumas mudas para ambientes protegidos dos ventos e intempéries.

O resultado veio na forma de espaços anexados às residências, ao lado das salas, cozinhas, varandas e corredores. Assim, é possível desfrutar da beleza das folhagens mesmo em períodos de invernos rigorosos, sem se preocupar com os danos causados às plantas devido ao frio extremo.

Apesar de ser associado a regiões geladas, esse tipo de jardim pode ser construído em qualquer lugar. Inclusive, tem ganhado cada vez mais destaque em países como o Brasil, onde a presença das plantas é valorizada para purificar e refrescar recintos em dias quentes.

Escolhendo o espaço

Os jardins de inverno são parcialmente fechados nas laterais e costumam apresentar abertura no teto. Se sua casa não tem uma área que recebe iluminação zenital (proveniente do topo do recinto), vale investir em uma reforma para criar um espaço aberto na cobertura.

Para quem não quer fazer grandes alterações, a dica é aproveitar outros espaços que costumam receber bastante luz natural, como: varandas, sacadas ou o vão de uma escada.

Montando o jardim

Com o espaço escolhido, impermeabilize o piso, adquira em lojas especializadas o substrato e as plantas ideais. Priorize espécies rústicas e que se adaptam facilmente aos ambientes internos, como samambaias, orquídeas, azaleias e suculentas. A variedade é importante para deixar o cantinho bonito e com aspecto natural. Em seguida, simule combinações de flores e folhagens e faça o plantio.

Capriche na decoração

Materiais como bambu, rochas, tijolinho maciço e madeira de demolição podem dar um charme a mais ao projeto. Se possível, use-os como revestimentos no piso e nas paredes do jardim. Se preferir uma estética clean e moderna, pode substituí-los por placas de cerâmica, ladrilhos hidráulicos ou porcelanato.

Inclua acessórios como ganchos, suportes pendentes, floreiras diferenciadas ou grades de ferro.

Acrescente os móveis certos

Já pensou em incluir móveis no jardim de inverno? Pode ser apenas um banquinho para fazer leituras tranquilas ou um jogo de cadeiras com mesa, ou ainda quem sabe um jogo bistrô completo e um carrinho de chá.

O interessante é utilizar materiais que combinem com o ambiente, como os móveis em madeira e ferro que você encontra aqui na JL Artesanato. E daí por diante é só curtir bastante seu espaço!